Iphan anuncia segunda fase de restauração do Santuário de Nossa Senhora da Conceição em Ouro Preto

07/06/2017 às 16:35

 

Em visita recente à Ouro Preto, a presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Kátia

Bogéa, esteve no Santuário de Nossa Senhora da Conceição, no Antônio Dias, e assegurou ao pároco Luiz Carlos

César Ferreira Carneiro, recursos para a segunda fase das obras de restauração do templo, de elementos artísticos, e

a entrega da restauração da fachada.

O encontro foi no próprio Santuário, onde os visitantes puderam entender as prioridades colocadas pela

arquidiocese, uma vez que está fechada por medida de segurança. Ficou acertado no encontro que uma cerimônia

será realizada no mês de agosto com presença do arcebispo de Mariana, Dom Geraldo Lyrio Rocha, que vai celebrar

missa de reabertura aos fieis e visitantes. Na mesma ocasião, será entregue a restauração da fachada, haverá

assinatura pelas autoridades do termo de convênio e início de licitação para restauro definitivo dos elementos

artísticos.

Kátia Bogéa fez solicitação ao pároco a fim de que o Santuário permaneça aberto durante a nova fase de

restauração. “A metodologia que será empregada permite que o local permaneça aberto e em atividades, com a

população podendo acompanhar o trabalho a ser executado, afinal, um templo deste, um dos símbolos da cidade,

não poderia estar fechado por tanto tempo”, enfatizou a presidente.

O prefeito Júlio Pimenta, acompanhado do secretário de Cultura e Patrimônio, Zaqueu Astoni, também participou da

reunião e festejou o retorno das atividades no Santuário. “É com muita alegria que resolvemos as questões e já

temos data para Ouro Preto ter as celebrações de volta. Visitantes poderão ver o trabalho dos técnicos, fieis voltarão

a devoção à santa e o Museu do Aleijadinho volta a fazer parte do roteiro turístico”, comemora o prefeito.

Para dar as garantias ao processo da nova fase de restauração e entendimento sobre como se dará o processo, a

visita também contou com a presença do diretor do PAC Cidades Históricas, Robson de Almeida, da superintendente

do Iphan em Minas Gerais, Célia Maria Corsino, do diretor do Escritório Técnico do Iphan em Ouro Preto, André

Henrique Macieira, e da arquiteta da Secretaria de Patrimônio, Cristina Cairo.

Os detalhes para a reabertura do Santuário de Nossa Senhora da Conceição em agosto serão discutidos com o

pároco e com os técnicos do Iphan.

Visita às obras no Paço da Misericórdia – Centro de Artes e Fazeres de Ouro Preto

Após a visita ao Santuário de Nossa Senhora da Conceição, as autoridades, desta vez acompanhadas também pelo

secretário de Turismo, Indústria e Comércio, Felipe Guerra, visitaram o andamento das obras no Paço da

Misericórdia – Centro de Artes e Fazeres de Ouro Preto, antigas instalações da Santa Casa de Misericórdia, que tem

recursos do BNDES com contrapartida financeira da Prefeitura.

Ali, foi apresentado o projeto à presidente do Iphan, Kátia Bogéa, que ficou entusiasmada com as várias

possibilidades que o local dará ao fazer artístico local. Ao mesmo tempo, a presidente disse estar empenhada na

busca de recursos para a implantação do Museu de Arte Sacra Caminhos da Fé.

O novo equipamento será um importante espaço para resguardar a memória histórico-cultural- artística dos séculos

passados. As peças foram doadas pelo casal Jacques e Maria Helena Boulieu, ele francês e ela brasileira. A Pedra

Fundamental do Museu foi lançada em 2012 com presença e bênção do Arcebispo da Arquidiocese de Mariana, Dom

Geraldo Lyrio Rocha, e homenagem ao casal franco brasileiro, quando, na ocasião, uma exposição foi montada com

algumas das peças da coleção que integrará o Museu.

O Instituto Cultural do Divino Espírito Santo e a Arquidiocese de Mariana serão os responsáveis pela administração.

O Museu será instalado no casarão histórico que abrigou o Asilo São Vicente de Paulo, na Rua Padre Rolim, ao lado

do Paço da Misericórdia, cujas obras estão sob responsabilidade da Agência de Desenvolvimento Econômico e Social

de Ouro Preto (Adop).

Ao final, Kátia Bogéa convidou Ouro Preto a participar do encontro que acontece no Rio de Janeiro, capital, em

outubro deste ano, entre os parceiros Iphan com projetos financiados pelo BNDES. Segundo ela, o Paço da

Misericórdia, em Ouro Preto, é o grande exemplo brasileiro de sucesso de um equipamento turístico por suas várias

possibilidades.

Foto: Marcelo Tholedo – Divulgação: Ascom/PMOP


VOLTAR